segunda-feira, 29 de agosto de 2011





O QUE SÃO ANJOS?

      São criaturas espirituais, conservos de Deus como os homens (Apocalipse 19:10), que servem como ajudantes ou mensageiros de Deus. São donos de uma beleza delicada e de um forte brilho, e por vezes são representados como uma criança, por terem inocência e virtude. Os relatos bíblicos contam que os anjos muitas vezes foram autores de fenômenos miraculosos, e a crença corrente nesta tradição é que uma de suas missões é ajudar a humanidade em seu processo de aproximação a Deus. Os anjos são ainda figuras importantes em muitas outras tradições religiosas do passado e do presente, e o nome de "anjo" é dado amiúde indistintamente a todas as classes de seres celestes.

Os muçulmanos, zoroastrianos, hindus e budistas, todos aceitam como fato sua existência, dando-lhes variados nomes, mas às vezes são descritos como tendo características e funções bem diferentes daquelas apontadas pela tradição judaico-cristã, de acordo com os vários autores que se ocuparam deste tema.

O Espiritismo faz uma descrição em muito semelhante à judaico-cristã, considerando-os seres perfeitos que atuam como mensageiros dos planos superiores.

Dentro do Cristianismo esotérico e da Cabala, são chamados de anjos os espíritos num grau de evolução imediatamente superior ao do homem e imediatamente inferior ao dos arcanjos. 

Para os muçulmanos alguns anjos são bons, outros maus, e outras classes possuem traços ambíguos. No hinduísmo e no budismo são descritos como seres autoluminosos, donos de vários poderes, sendo que alguns são dotados de corpos densos e capazes de comer e beber.

Já os teosofistas afirmam que existem inumeráveis classes de anjos, com variadas funções, aspectos e atributos, desde diminutas criaturas microscópicas até colossos de dimensões planetárias, responsáveis pela manutenção de uma infinidade de processos naturais. Além disso a cultura popular em vários países do mundo deu origem a um copioso folclore sobre os anjos, que muitas vezes se afasta bastante da descrição mantida pelos credos institucionalizados dessas regiões.


No Cristianismo a fonte primária ao estudo dos anjos são as citações bíblicas, embora existam apenas sugestões ambíguas para a construção de um sistema como ele se desenvolveu em tempos posteriores. Os anjos aparecem em vários momentos da história narrada na Bíblia. 

De todas as ordenações a mais corrente é derivada do Pseudo-Dionísio e de Tomás de Aquino, que divide os anjos em nove coros, agrupados em três tríades: 

Primeira Tríade 

A 1ª Ordem é composta pelos anjos mais próximos de Deus, que desempenham suas funções diante do Pai. 

· Serafins 

· Querubins 

· Tronos ou Ofanins 

Segunda Tríade 

A 2ª Ordem é composta pelos Príncipes da Corte celestial. 

· Dominações 

· Virtudes 

· Potestades (que faço referência no meu livro, sendo um personagem chave na história, que também desempenhava o papel de anjo da guarda do personagem principal) 

Terceira Tríade 

A 3ª Ordem é composta pelos anjos ministrantes, que são encarregados dos caminhos das nações e dos homens e estão mais intimamente ligados ao mundo material. 

· Principados 

· Arcanjos (também faço menção a ele em meu livro, no personagem do Arcanjo Miguel) 

· Anjos

Nenhum comentário:

Postar um comentário