sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Desde o início do livro eu já havia percebido que esse livro não era apenas uma história comum sobre anjos. Tive certeza disso quando acabei de lê-lo.

Ele fala sobre anjos, mas de uma maneira como nunca havia lido e sem contar na riqueza de informações, dos acontecimentos reais da época, que autora englobou.

Ele mexe com nossos valores, fazendo-nos questionar o significado do certo e do errado, de uma maneira sútil.

Nos envolvemos a cada página com o drama vivido por Darian, queremos que ele ajude a sua mãe, embora também concordemos com ele que não é o certo. Certo ou errado?
"...Não posso simplesmente virar minhas costas e fingir que não ouvi nada ou que nada possa ser feito por ela."
" Ver a minha mãe era tudo que eu mais queria... O difícil era entender meus próprios pensamentos... Preencher o vazio que sinto por dentro..."

O que me chamou também muito a atenção neste livro, foras as histórias envolventes de como Darian recolhia as almas e de seus personagens diferentes, e a maneira como a autora conseguiu misturar o passado e o presente de uma forma totalmente clara, sem fazer a gente se perder.

Outra coisa que também achei muito legal, foi ela contar a mesma história em duas versões diferentes; uma vivida por Darian, outra era na visão de Hadji, muito legal mesmo.

Eu recomendo muito a todos este livro. Uma leitura tranquila e gostosa. Realmente dá uma vazio na gente quando o livro acaba kkkkk espero loucamente pela continuação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário