segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Por Aline Crismel

Anjo Negro é a estréia literária da escritora Mallerey Cálgara, publicado pela Editora Novo século, através do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. O livro começa narrando sobre um anjo que se apaixonou por humano, Alan, um médico bondoso que atendia as pessoas doentes e carentes com dedicação num tempo em que uma doença conhecida como peste negra assolava as ruas de Londres. Com influência negativa de um anjo caído Bridget – nome pelo qual o é conhecida na terra – engravida, e como castigo é condenada a permanecer na terra em sua forma humana.

Após o nascimento do seu filho Darian sua capacidade de senti, ver e ouvir outros anjo e demônios na terra permanece. Os maus espíritos a provocavam e ameaçavam por ter dado a luz a um Neefilins, e Alan, que desconhecia a verdade sobre o seu passado, começa a acreditar que sua esposa está louca por ouvi-la falar sozinha pelos cantos. Movida pelo desespero, e acreditando ser o melhor para a sua família, Bridget suicida-se.


Anos mais tarde Darian, personagem principal da narrativa está com 17 anos. Vive numa casa/clínica com o pai e os irmãos adotivos, Erick e a pequena Margot. Depois de um sonho real e conturbado ele começa a ver pessoas estranhas que os outros não vêem, e a partir desse dia sua batalha começa. Darian conhece seu anjo da guarda, Hadji, e descobre que a alma da sua mãe se encontra no vale dos suicidas, condenada a reviver o momento de sua morte pela.

Tendo passagem pelos dois mundos, O anjo Miguel lhe faz a proposta de recolher numa caixa angelical dez mil almas que querem ser salvas, em troca dessas almas uma será resgatada do Umbral, e assim o sofrimento de sua mãe suavizaria-se. Aceitando a proposta, Darian e Hadji partem para a Colônia, um lugar de treinamento para se tornar um potestades. Porém, uma proposta melhor lhe foi feita por Iblis, o senhor dos infernos: “dez miI almas comuns em troca de uma especial”. Tentado pelo peso das duas propostas, ele termina seu treinamento e volta a Londres para buscar as almas. E cabe somente a ele a decisão de continuar como um potestades ou tornar-se um anjo negro.

Anjo Negro é um livro que merece ser lido, pois nos traz lições a serem seguidas, nos faz refletir sobre nossos atos. O crescimento espiritual de Darian é notável: ele conversa e ajuda as almas que sofrem por algum motivo na terra. A personagem Margot me cativou desde o começo – foi inevitável não fazer uma imagem mental de sua meiguice enquanto lia –, ela é bastante perspicaz, e há um mistério que a envolve também. Creio que a estória terá continuação pelo modo que terminou. Então, se tiver, esperarei inquieta o lançamento do segundo livro... Só torço para que Darian e Hadji fiquem juntos dessa vez. *.*

“Ela é perfeita! [...] Não igual as que eu conheci na terra, apesar terem sido poucas, mas ela era uma garota e estava comigo o tempo todo. [...] Passaria o dia todo admirando-a!”

3 comentários:

  1. Mallerey, Obrigada pela oportunidade de Conhecer Darian. *.*

    ResponderExcluir
  2. Imagina Aline, todos nós temos um pouco de Darian dentro de nós, muitas vezes só não nos demos conta disso ainda. Bjuss

    ResponderExcluir