domingo, 30 de outubro de 2011

Por Igor Haarus

Passada no século XVII, a trama mostra o final da devastadora peste negra que assolava a cidade de Londres. Devido às grandes mortes, a população acabou ficando descrente em um Deus. Talvez para milhares de pessoas essa realidade fosse o fim, mas para um garoto de 17 anos era o começo de uma série de descobertas e perigosas missões. Filho de uma anja - que ao ser transformada em mortal não consegue conciliar a sua humanidade com as frequentes visões do outro, acaba cometendo suicídio e indo para nos Vales dos Suicidas - com um humano, Darian tem acesso aos dois mundos. Darian não sabia, mas ele é muito importante. Ao receber duas propostas, ele se vê em um emaranhado de dúvidas e em um jogo de emoções. Saber a triste história da sua mãe mudou completamente a visão do garoto. O que você faria se pudesse salvar a sua mãe de um lugar sombrio onde ela revive durante 24 horas o momento exato de sua morte? A cada alma recolhida, Darian pensa no momento exato em que irá salvar sua mãe. Mas claro tudo nessa vida tem um preço e não seria diferente com o garoto. “... Apenas dez mil almas simples, comuns, por uma especial, uma troca justa.” Essa foi uma das propostas que Darian recebeu. Com ajuda da sua anja da guarda, Hadji, ele passa por diversas situações e por diversos casos que são apresentados durante a leitura até chegar a momentos essenciais que deixam a leitura mais fantástica ainda. Anjo Negro foi o primeiro livro que li sobre anjos e posso dizer que comecei com o “pé direito”, pois foi uma leitura muito agradável. Eu não pude deixar de amar vários personagens, como exemplo, Margot, a irmã de Darian que promete muitos mistérios e descobertas, e ter raivas de tantos outros. Com personagens bem estruturados, o livro conta com cenários bem detalhados e que deixam o leitor a parte de todos os detalhes da trama. Não pude deixar de perceber alguns erros de concordância e ortografia, mas não tiro o mérito da autora, pois ela me proporcionou uma das melhores leituras que fiz esse ano. Talvez seja erro da editora, pois já li outros livros lançados pelo selo Novos Talentos da Literatura com o mesmo problema. Repleto de mistério, emoção e com uma pitada de romance, Anjo Negro é sem dúvidas uma obra que todo bom leitor deve fazer. E para completar, não posso deixar de falar sobre o final do livro que é realmente incrível, já que a autora deixou um gancho muito bom para uma continuação, que pela qual espero ansiosamente. Agradeço muito a autora pelo envio dos livros autografados junto com os marcadores.

Um comentário:

  1. Muito obrigada meu amigo pelas dicas!

    Amei a sua resenha!! Obrigada mesmo.

    bjussss

    ResponderExcluir