sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Por Fernanda Rocha



Anjo Negro é um livro que, obviamente fala de anjos. Assunto esse que me deixou curiosa, pois eu adoro anjos, gosto desse assunto além de acreditar em anjos da guarda (mas não vamos discutir aqui quem acredita em que né...).

A história do livro se passa em Londres no século XVII e fala justamente de anjos da guarda, que vem para nosso mundo para cuidar das pessoas. Na época da história, Londres estava tomada pela peste negra e rolava boatos de apocalipse entre outros boatos parecidos. Uma situação realmente delicada em que imagino, ter ajuda de anjos se torna vital.

Nesse cenário um jovem médico se destaca entre muitos no cuidado com as pessoas que sofriam com a peste...e uma anja ajudava ele sem ele saber que era uma anja..aqui anjos podem se transformar em humanos em algumas situações. Apartir daí dessa ajuda do médico e da anja , que posteriormente o Anjo Negro, ou Darian...aparece na história. São momentos breves no livro, mas essenciais para o restante dos capítulos.

Darian tem característas raras e é nele que o livro se concentra. Situações de aventura, emoção pura, dúvidas a respeito de decisões, limite entre o bem e o mal. Até onde devemos ir para tentar ajudar uma pessoa? E esta pessoa , será que foi injustiçada mesmo? Ou ela quis viver o que está vivendo?

A boa ação e os frutos disso, destino, vida, morte...aliás existe morte? Será que existe um outro mundo além do nosso? O que acontece lá? Nossos pensamentos e a influência deles em nossas vidas.

Anjo Negro é uma leitura muitoo agradável, gostosa. Nos faz entrar em sintonia com outro mundo que pode (ou não) mesmo existir. Eu, Fernanda, como espírita, senti leves toques da doutrina espírita em alguns trechos do livro. Mas não se preocupem, o livro não fala de religiões e muito menos faz referência a alguma, eu apenas que identifiquei alguns tópicos com os que eu estudei da doutrina.

O livro fala principalmente do livro arbítrio, da liberdade que temos e das consequencias disso, tudo envolvido numa ótima história que tem pitadas de personagens atrapalhados em alguns trechos, momentos de tensão e de sorrisos.

Este livro considero como ótimo! E quero dar os parabéns a autora pela belíssima história.
Recomendo a leitura, a compra para dar de presente, a citação dele na cartinha ao Papai Noel, hehehe.

Espero que curtam o livro tanto como eu curti. Abraços cheios de luz dos anjos...bons...

Nenhum comentário:

Postar um comentário