sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Por Rafaela Regis

Até onde você iria para salvar a pessoa que você ama?

Alguma vez você já pensou sobre isso? E sobre amor? E sobre as escolhas da vida? Você já refletiu sobre essas coisas?

Na Londres do século XVII, quando a Europa estava passando pelos horrores da peste negra, para muitos o fim para outros apenas o começo. 

Muitas pessoas devido a dor e sofrimento esqueciam de suas crenças e fé e associavam a a morte pela peste a um castigo divino.

Devido ao medo desse "castigo", boatos começaram a surgir e quem vagasse pelas ruas à noite teria sua alma levada pelos devoradores de alma e assim não veria outro amanhecer vivo.

No meio de todo esse caos encontramos o jovem médico Alan que se dedica a ajudar os próximos sem preconceitos quanto a idade e a classe social. Mas ele não estava sozinho, sempre tinha pessoas observando de perto esse dedicado médico e uma dessas pessoas é Bridget um anjo que por admirá-lo desceu a terra e começou a ajudá-lo como enfermeira. 

Depois de passar tanto tempo na terra e se deixar influenciar por outros "seres" acabou se envolvendo com Alan e engravidando. E como punição tornou-se uma humana, mas com medo do seu passado e querendo proteger sua família, acaba cometendo o suicídio.

E assim começamos a história de Darian, um Neefilins (filho de um humano com um anjo), que apos um pesadelo vê sua vida mudar completamente! Da noite para o dia ele descobre que além dos humanos o mundo também é habitado por anjos e por demônios e que a cada dia as pessoas recebem influencias desses serem a partir dessas influencias fazem a suas escolhas. 

Eu sei que ele não teve culpa, as escolhas somos nós que fazemos, certas ou erradas, por isso temos que assumir a responsabilidade pelos nossos atos. Sei que um dia ele irá entender também.
- página 163

Por ser um ser que pode vagar pelos dois mundos Darian recebe uma proposta do Arcanjo Miguel para ajudar os anjos a recolher as almas que querem ser salvas. Com a ajuda de seu anjo da guarda Hadji ele começa seu o treinamento, mas uma nova proposta , uma que se ele aceitar, poderá ajudar a resgatar a alma de sua mãe. Mas para que ela seja salva ele terá que sacrificar 10 mil almas resgatadas! 

Então... até onde você iria para salvar a pessoa que você ama?

Uma das coisas que eu senti falta enquanto lia o livro foi de detalhes da Londres do séc. XVII (tirando as menções as carroças, não se vê muito daquela época). Tambem senti falta de grandes confrontos e lutas (as que tem no livro são mais do tipo debates internos).

Mas uma parte que eu gostei muito da narrativa foi o desenvolvimento de Darian, ele começa o livro pensando que tudo é "preto no branco" e no decorrer ele vai percebendo os "tons de cinza" da vida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário