sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Por Sthaelle

Iniciei a leitura de Anjo Negro com muitas expectativas, e já vou avisando que todas foram correspondidas.
Logo no prólogo, somos introduzidos em uma citação do Velho Testamento e algumas explicações sobre seres mitológicos.
Nosso protagonista é Darian, mas ainda não iremos falar dele.
Comecemos pela sua mãe, Bridget, que é um anjo. Estamos no séc. XVII, em Londres, que vivência o período da peste negra. Sua mãe, em um de suas vindas á Terra, se transforma em humana e ajuda a um médico no cuidado dos pacientes e em determinado momento, se apaixona por ele. Ela logo engravida, e o bebê é batizado como Darian.
Todos sabem que quando um anjo e um humano se “juntam” nascem um Neefelin, certo? E como resultado de sua junção com um humano, Bridget tem como punição, viver na Terra tornando um anjo caído. Ela tem que suportar as insinuações dos seres das trevas e é tida muitas vezes como louca, já que ela nunca mencionou ao seu marido que era um anjo e sobre o perigo que Darian corria. Decidida a carregar este fardo sozinha -pois quando menos os dois soubesse, melhor- foi tendo alucinações, até que não suportou e veio a cometer suicídio. O pai de Darian o criou praticamente sozinho.
Aos seus 17 anos, Darian tem um sonho estranho, onde uma criatura terrível tentar atacar uma menina ao qual ele nunca havia visto. Determinado, ele decide ir atrás dessa garota, para lhe dizer que corre perigo. Ele vai até a antiga fábrica, e de uma forma inesperada ele a encontra lá. Mas ele encontra muito mais do que isso. A menina, Hadji, na verdade é seu anjo da guarda e lhe informa que ele é um neefelim, e pertence aos dois mundos. No sonho, ao tentar salvar Hadji, ele acabou abrindo o portal para sua localização que sempre fora escondido por ela. Agora, ele está ciente de sua identidade, e sua passagem pelos dois mundos, mas também tem em mente, um futuro incerto.
Então, o Arcanjo Miguel lhe aparece com uma caixa angelical e a missão de juntar 10 mil almas que querem ser salvas. Mas nem tudo é fácil. Um ser das trevas lhe aparece com uma proposta tentadora, cravando em Darian uma luta interior, que poderá abalar os dois lados.
Darian sai em sua missão de juntar as 10 mil almas, e com a mente inquieta. Em sua jornada de aprendizagem, ele enfrentará seres que querem apenas levarem para o outro lado,. Será que Darian resistirá ou se tornará um anjo negro?
Até onde você iria para salvar a pessoa que você ama?

"Eu sei que ele não teve culpa, as escolhas somos nós que fazemos, certas ou erradas, por isso temos que assumir a responsabilidade pelos nossos atos. Sei que um dia ele irá entender também." Pág. 163

Anjo Negro não deixa de nos encantar em momento algum. Quero ressaltar o ótimo trabalho que a Mallerey fez neste livro. Ela soube escolher as palavras certas. Acredito que esse livro tenha servido apenas como abertura para o que vem por ai. Parabéns pelo trabalho maravilhoso Mallerey! Obrigada pela confiança e te desejo muito sucesso!


Mais resenhas em: thataeoslivros.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário