sábado, 3 de março de 2012

Por Alana

Já ouvi muitos dizerem que não se deve julgar um livro pela capa, porém esse livro já começa bem desde a capa que achei maravilhosa, um resumo completo de tudo que virá a seguir. Uma capa que você olha e desperta a sua vontade de ler.

Darian é o filho de um anjo com um humano, possuindo a passagem livre entre os dois mundos, o mortal e o espiritual. Sem saber do futuro que lhe aguarda, vive sua vida normal, embora consiga ver em alguns momentos os seres do outro mundo.

Sua verdadeira identidade é revelada quando conhece seu anjo da guarda, Hadji, que lhe conta suas origens, e então se encontra com o arcanjo Miguel que lhe faz uma proposta de continuar o trabalho de sua mãe, recolher almas que querem a salvação e assim poder suavizar o sofrimento dela, por se encontrar no vale dos suicidas. Ele aceita e em sua jornada de aprendizado se encontra com Iblis, que lhe faz outra proposta mais tentadora, de trocar essas almas pela liberdade de sua mãe.

Um livro mais sério, muito intenso, com lições de vida onde o certo e o errado são levados bastante em conta e com um grande clímax no final,não o deixando totalmente conclusivo, apesar de que eu torço pelo Darian.

Além de Darian e Hadji, os outros personagens são bem especiais, seu pai e irmãos, onde tem até capítulos contando sobre a história deles. Há também um capítulo que julguei muito especial, que relata a visão da Hadji diante de uma decisão que Darian toma, sem poder fazer nada para ajudá-lo.

Não vão esperando anjinhos bonitinhos de ficção, pois aqui eles parecem estarem bem mais próximos de nós do que imaginamos.

Recomendo muito a leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário