sábado, 24 de março de 2012

QUEM ÉS TU?

Quem és tu?
Que até o céu se derrete em lágrimas, ou talvez ele esteja apenas refletindo minha dor em forma de chuva que gotejam na janela.


Quem és tu?
Que em um momento consegue congelar-me por dentro ao vê-lo simplesmente caminhar, e em outro, acende o sol em mim, com apenas um único pensamento em você.

Quem és tu?
Que desperta a ira dos deuses enviando trovões para silenciar os meus gritos clamando por ti.

Quem és tu?
Que me faz sentir viva com sua existência e morta na tua ausência.

Quem és tu?
Que me faz implorar para a lua descer dos céus e secar os meus olhos banhados por lágrimas, fazendo-me implorar pelo luar de sua compaixão, a iluminar-me o coração.

Quem és tu?
Amargura do meu peito, vem e arranca
Cubra-me de afagos, encha-me de sonhos.
Não de sonhos que se desfazem como as lágrimas que escorrem na janela por ti.

Quem és tu?


Um comentário: