quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Por Marina La

Agora que todo sabe o quão importante não é apenas ler um livro, mas também prestigiar os autores, comecei a ler os livros de autoria nacional, e posso dizer que está ficando cada vez melhor. Peguei para ler esse livro, por causa da história, até porque eu não gostei muito da capa, não me chamou tanto a atenção assim. Mas a história não me decepciona. Fiquei encantada com os personagens, principalmente com o principal Darian.


Eu cheguei a conhecer a autora na Bienal - Mallerey - e ela conseguiu escrever um livro com uma história original e um tanto diferente. Eu sempre gostei de histórias com vampiros, bruxas e lobisomens, anjos nem tanto, mas esse livro mudou o meu conceito.


É um livro curto e de rápida leitura, apesar de nos primeiros capítulos serem um pouco chato, mas depois que Darian se descobre e passa a andar com o seu anjo da guarda que se chama Hadji, e passa a conhecer quem ele é, e o que ele deve fazer, a história passa a ter outro rumo e fica cada vez mais interessante. Nele nós encontramos dois tipos diferentes de forças: a do bem e a do mal, mas em formas de anjos, digo que Darian faz muito bem parte do dois, mas todos tem a opção do livre arbítrio. As escolhas são feitas apenas por eles mesmos. Darian, é um personagem complexo, com toda a sua trama, tem dúvidas e sempre está sendo testado. Mas ao seu lado, sempre encontra Hadji, ela faz o que for preciso para ajudá-lo, afinal é o seu anjo da guarda, mesmo ela vendo o caminho em que ele está se levando, ela ainda permanesse com ele.

 - Quem é ele que não está morto e nem vivo? - perguntou o garçom.

- É o Neefilins de quem todos estão falando - respondeu a menina, levantando-se e desaparecendo.
página: 112

Posso dizer de que esperava mais um pouco de romance, tem bastante, mas não do jeito que eu esperava. Não acabou como imaginei, é daqueles romances que passam vidas, mas ainda não deu certo. Fiquei intrigada pelo final do livro, me surpreeendi totalmente, não é um livro clichê.

É muito simples, vou tentar lhe explicar novamente. Você pode tudo, Darian, ir onde quiser a qualquer hora. Tem a passagem livre pelos dois mundos, pode entrar e sair da minha casa, e ficar lá se quiser. Você é um Neefilins, é um de nós.
página 165


Espero que a autora tenho uma continuação para esse livro, porque eu realmente fiquei com vontade de ler mais e não me contento com o final que teve, e que foi inesperado, nunca tinha lido um livro em que não consegui "adivinhar" seu final, eu não esperava pelo o que aconteceu com Darian. Eu indico mesmo, vale muito a pena ler "Anjo Negro", me comovi, é um livro fantástico.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Permanecer é com a letra c, e não com dois s. Podes excluir depois meu comentário. Só acho meio chato deixar um erro. =)

    ResponderExcluir